Palestrante: Eng. Maurício Simões Posser
Data: 30 de agosto (QUINTA-FEIRA) – 19 horas
Local: Auditório do SENAI (Av. Assis Brasil, 8450 – Sarandi – Porto Alegre – RS)

Um sistema de gerenciamento de informações de processo, também conhecido por PIMS (Plant Information Management System), fundamenta-se em três grandes pilares: um relacionado à coleta e armazenamento de dados de processo, um segundo relacionado à disponibilização destes dados e um terceiro sobre a sua análise, convertendo-os em informações e decisões em todos os níveis corporativos.

Sobre a disponibilização dos dados deve-se levar em consideração questões como: alto desempenho, robustez, confiabilidade, segurança, interoperabilidade, etc. Neste sentido, o padrão OPC-UA integra os padrões OPC anteriores em uma arquitetura única, e define uma maneira uniformizada para que sistemas de fabricantes distintos possam comunicar-se entre si. No que diz respeito às análises, além da integração com planilhas eletrônicas, a disponibilização destes dados em um ambiente baseado em Python agrega um enorme potencial para o desenvolvimento de soluções de engenharia que, em última análise, têm impactos diretos sobre a melhoria contínua dos processos produtivos.

Leia também

[recent_posts style=”1″ rows=”one” title = “Amazing Content” text_excerpt=”Y” mode=”most_recent_posts” posts_num=”5″ selectable_posts=”” text_color=”undefined” hide_author=”” ][/recent_posts]

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!